Indaiatuba é campeã do Brasileiro Interclubes de Luta de Braço e segunda colocada no Supino

Com apoio da Prefeitura de Indaiatuba, as equipes de competição da Secretaria Municipal de Esportes conquistaram grandes resultados no último final de semana. A equipe de Luta de Braço foi a Monte Mor e conquistou o primeiro lugar por equipe no 43º Campeonato Brasileiro Interclubes, com um total de 16 medalhas de ouro, 21 de prata e três de bronze. O supino também foi destaque, com o segundo lugar por equipe no Campeonato Brasileiro de Open/Raw e categoria especial, com 12 medalhas de ouro, cinco de prata e nove de bronze.

O 43º Campeonato Brasileiro Interclubes de Luta de Braço aconteceu em Monte Mor com a presença de 25 equipes e mais de 300 atletas de 12 Estados da Federação. Indaiatuba marcou presença com 33 atletas e sagrou-se campeã por equipe, com um total de 40 medalhas.

“Buscamos sempre alcançar grandes resultados e estamos conseguindo. Nosso maior objetivo é incentivar as crianças e adolescentes a praticar a luta de braço e isso está acontecendo”, destaca o técnico Wagner Bortolato. “Muito obrigado a todos os atletas pelo empenho, a Prefeitura e a Secretaria. Que venham os próximos desafios, com Indaiatuba no pódio novamente”.

As medalhas vieram com Cleber Pereira (80kg sênior – prata direita e esquerda), Consuelo Camatare (80kg Master – ouro direita e esquerda), Eduardo Pereira (sub 15 45kg – prata direita e esquerda), Christian Bastos (Júnior sub 21 75kg – prata direita e esquerda), Gabriela Vasconcelos (90kg Sênior – ouro direita e esquerda) e Vitor Munoz (+110kg Sênior – ouro esquerda e prata direita).

Também conquistaram medalhas Gustavo Braz (sub 21 70kg – bronze direita e esquerda), Helenice Almeida (Master – prata direita e esquerda), Marcelo Aparecido dos Santos (Sênior 70 kg – ouro esquerda), Angelo Previtale (Master 1 – prata direita e esquerda), Juliano Canalli (Sênior 85kg – prata direita e bronze esquerda) e Kelvin Teles (Sub 21 livre – ouro esquerda e direita).

Completam a lista Gabriel Braz (Sub21 65kg – prata direita e esquerda), Tatiane Faria (70kg Sênior – ouro direita e prata esquerda), Cleiton Batista (75kg Sênior – prata direita e esquerda), Leandro Donizete (90kg – ouro direita e esquerda), Glória Pires (Master 70kg – ouro direita e esquerda e 55 Sênior – prata direita), Alexandre Ferreira Xis (PcD 70kg – ouro direita e esquerda), Carlos Kiss (PcD 80 kg – prata direita), Danilo Piato (Sub 18 80 kg – prata direita e esquerda) e Julia Leopoldino (Sub 21 +70kg – ouro direita e esquerda).

Supino

A equipe da Secretaria Municipal de Esportes conquistou 26 medalhas no Campeonato Brasileiro de Supino Open/Raw e categoria especial, competição oficial da Confederação Brasileira de Levantamentos Básicos, garantindo o segundo lugar por equipe. As disputas aconteceram no Sesi em Itu, com mais de 100 atletas de diversos Estados.

“O nível técnico foi muito alto e competimos em todas as categorias, desde a Sub Jr, de 14 anos, até Master 3, com atleta de 60 anos, além de atletas na categoria especial”, conta a técnica Cris Toledo. “Perdemos apenas para a equipe da casa, que conta com atletas paralímpicos que estiveram em Tóquio. Ainda estamos formando nossa equipe e mesmo assim o resultado foi excelente”.

As medalhas vieram com Marina Mendes (categoria 63kg – ouro na Máster 1 e ouro na Open), Adriana Alcaide (69kg – ouro na Máster 1 e Bronze na Open), Pollyana Santos (+84kg – ouro na Sub Jr e bronze na Novos), Jaciara Cruz (+84kg – prata na Open), Fernanda Teixeira (+84kg – bronze na Open), Carlos de Genaro (59kg – bronze cat. Especial e ouro na Máster 1), Demilson Dantas (74kg – bronze cat. Especial e ouro da Máster 1) e Clemilson Peres (83kg – prata na Máster 1).

Também conquistaram medalhas Marcos Leme (93kg clássico – ouro na Máster 3 e 93kg equipado – ouro na Máster 3 e prata na Open), Reinaldo Carvalho (93kg – prata na Especial e bronze na Máster1 e Open), Antonio Honório (105kg – ouro na Especial), Cléverson Silva (105kg – prata na Open), Rogério Moreira (105kg – ouro na Júnior e bronze na Open) e Marcelo Moreira (105kg – bronze na Máster 3). Alessandro Lima (93kg) foi o quarto colocado na Open.

Destaque para Alex Mathias, na categoria 120kg, que levou o ouro na Open e também na Máster 1, onde quebrou o recorde brasileiro ao levantar 202,5kg, contra 200 do recorde anterior. Pollyana Santos também levou o troféu de melhor atleta da Sub Jr.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Mais notícias

Adicione o texto do seu título aqui

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn